CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Alteridade em versos
'Un homme est toujours la proie de ses vérités. ( Albert Camus).
Textos


A arte e somente ela pode me salvar. Ah parece-me impossível deixar o mundo antes de haver dado tudo o que sinto germinar em mim, assim, tenho prolongado esta miserável vida, verdadeiramente miserável”- Testamento de Heiligenstadt- Ludwig van Beethoven 

 
Estive assistindo um documentário sobre a vida do compositor Beethoven. Existem alguns artistas dos quais sou profundamente admirador: Beethoven, Mozart, Brahms, Felix Mendelssohn , Chopin e  Paganini . Cada um com a sua idiossincrasia, mas todos, eram sem dúvidas, grandes gênios da música ocidental. Gosto de refletir sobre o papel da arte e entender personalidades complexas como estas.  
 
No meu ponto de vista pessoal a expressão artística é insuportável dentro da própria vida. A arte não cabe no próprio limite do real.  Fazer arte é provocar tensão existencial, par excellence. Por isso, talvez, o pensamento suicida é tão frequente entre artistas. Quando Beethoven em 1802 escreveu esse testamento para seus dois irmãos ele encontrava-se em uma profunda tristeza por conta de sua saúde (devido ao aumento da surdez, cólicas agudas e, principalmente, sua solidão). O pensamento suicida o invadira assim como aconteceu com outros grandes nomes das artes plásticas: Van Gogh, Monet, Johannes Vermeer, dentre outros.  

  
Se a arte é, portanto, esse tensionamento de forças, quebrantamento, ruptura, escândalo e agonia em permanência- ela também deve ser enervada de esperanças, como bem disse Beethoven. Após recuperar-se desse estado o compositor voltou a compor e escreveu sua famosa  "Eroica" ( sua 3 Sinfonia)- onde os ideais da revolução francesa são ritmados em melodias e acordes memoráveis com tons bucólicos.  

 
Assim como todo grande gênio Beethoven era tido como uma pessoa difícil. Rude, sensível e misantropo eram traços de sua personalidade. Sua música em sonatas, óperas e sinfonias traziam uma esperança e júbilo que ultrapassam o indivíduo particular e que transcendiam como um alento para toda humanidade.  
Toda biografia artística é paradoxal. Assim, como, a própria arte e a vida sempre serão.  

 
gbbenfica
Enviado por gbbenfica em 13/12/2018
Alterado em 13/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários